terça-feira, 3 de março de 2015

Sessão de lançamento da 6ª Semana da Leitura


A sessão de apresentação da 6ª Semana da Leitura decorreu na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, no dia 2 de março, e contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, do coronel, Rui Lopes, do escritor e jornalista do Expresso, Ricardo Marques, do coordenador interconcelhio, António Pires, do  vereador da educação e conhecimento e empreendedorismo, Leonel Rocha, da equipa da BM Camilo Castelo Branco, dos diretores das escolas do concelho, dos professores bibliotecários, dos membros das equipas das bibliotecas escolares, dos professores e de uma turma de alunos da Escola Secundária D. Sancho I.
Paulo Cunha considerou que a leitura deve ser uma prática e que o ato de ler passe pela obrigação para se transformar num desejo e num hábito. Acrescentou que ler é igual a saber e ter conhecimento.
O coronel Rui Lopes fez uma breve apresentação  da “Exposição Evocativa do Centenário da Primeira Grande Guerra”, patente no átrio da biblioteca municipal, concebida e realizada pela Escola Prática de Serviços, do Exército Português, que conta com uma abordagem histórica retrospetiva sobre o acontecimento, através de vários painéis expositivos, assim como a exibição de alguns objetos museológicos referentes à época e ao acontecimento, como por exemplo armamento, equipamento, fardamento e outros objetos do quotidiano das tropas portuguesas que lutaram na Grande Guerra.
António Pires convidou os presentes para a “(re)descoberta da palavra escrita, dita, cantada, declamada, ilustrada, num contexto de partilha de gerações de escritores, de jornalistas, de cientistas, de políticos e de profissionais diversos que, na sua pluralidade de vivencias do mundo, contribuam para que todos leiam em qualquer lugar, suporte ou contexto, dando visibilidade à leitura e à universalidade e intemporalidade da Palavra” (PNL).
O escritor e jornalista do Expresso, Ricardo Marques, padrinho desta edição da Semana da Leitura, aconselhou os presentes a lerem muito e que quanto mais lerem mais fácil será olhar para as coisas. Falou dos seu último livro “1914, Portugal no ano da Grande Guerra Mundial” e confessou que está apaixonado pelo tema da guerra.



O grupo de teatro Andaime, do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, foi responsável pelo momento cultural apresentando uma dramatização baseada na obra 1914, Portugal no ano da Grande Guerra Mundial.


Notícia no Correio do Minho

Famatv

Local. PT



segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Viagem ao interior da BM Camilo Castelo Branco



Os professores bibliotecários do Grupo de Trabalho das Bibliotecas - V. N. de Famalicão visitaram a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, no âmbito da atividade "Viagem ao Interior da Biblioteca", e conheceram alguns "tesouros" fantásticos.

Esta atividade irá ser desenvolvida todos os meses.
Consulte a agenda.
http://www.bibliotecacamilocastelobranco.org/…

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

6ª Semana da Leitura nas bibliotecas de Famalicão

Decorre de 2 a 6 de março a 6ª Semana da Leitura em todas as bibliotecas do concelho de Vila Nova de Famalicão. 


A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco e a Rede de Bibliotecas Escolares de Vila Nova de Famalicão organizam, a partir de 2 de março, mais uma edição da Semana da Leitura, uma iniciativa lançada anualmente pelo Plano Nacional de Leitura e que se centra, este ano, no tema Palavras do Mundo. 
Partindo do tema Palavras do Mundo, e por meio de um conjunto diversificado de iniciativas, o Município de Vila Nova de Famalicão, através da sua rede concelhia de bibliotecas evocará, também, um importante acontecimento mundial que serviu de inspiração a grandes obras literárias: a Primeira Grande Guerra.
Numa altura em que se celebra o centenário da Primeira Guerra Mundial, a Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco evocará, através de um programa extensivo ao da Semana da Leitura, as comemorações dos 100 anos da Guerra Mundial.


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Balanço do VII Encontro de Bibliotecas

Decorreu, nos dias 6 e 6 de dezembro, na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco de Vila Nova de Famalicão, o 7º Encontro de Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares subordinado ao tema: Fazer leitores: o desafio das bibliotecas.
A sessão de abertura, na manhã do dia 5 de dezembro, contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Dr. Paulo Cunha, da Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares, Dra. Manuela Silva, do Delegado Regional dos Estabelecimentos Escolares, Dr. Aristides Sousa e da Diretora do Centro de Formação de Associação de Escolas de Vila Nova de Famalicão, Dra. Aurora Marques.
O Encontro contou com a presença de 150 participantes e contou com uma vasto programa dedicado à reflexão de temas como: as novas formas e suportes de leitura, nomeadamente o da leitura em dispositivos móveis; os assuntos ligados à promoção da leitura, nomeadamente através do reforço da componente da ilustração e ao envolvimento de outros agentes e instituições não educativas, e ainda a assuntos relacionados com a partilha de boas práticas dos municípios de Barcelos e Vila Nova de Famalicão.
De salientar, ainda, a realização de workshops temáticos, na manhã do dia 6 de dezembro, que abordaram importantes áreas da promoção da leitura, desde teatro, escrita criativa, leitura em voz alta, ilustração, e-readers e bibliotecas digitais.
O 7º Encontro de Serviço de Apoio às Bibliotecas Escolares contou, também,  com variados momentos culturais, da responsabilidade da Orquestra do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, do Núcleo de Teatro da Didáxis Riba de Ave e da Oficina de Leituras Encenadas do Agrupamento de Escolas de Padre Benjamim Salgado; com o apoio ao secretariado, pelo Curso de Marketing, da Escola Cooperativa Didáxis V. S. Cosme, e com o catering, servido pelos alunos do Curso de Serviço de Mesa da Didáxis Escola Cooperativa de Vale S. Cosme e dos alunos do curso de restauração da Escola Secundária D. Sancho I.

Avaliação do VII Encontro

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

SABE para quê? - experiência prática


Painel - SABE para quê? - experiência prática 
Ana Paula Brito e Magda Loureiro, SABE da Biblioteca Municipal de Barcelos
Moderação: Hilário Pereira, Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Desafio da biblioteca escolar - ler em múltiplos ecrãs


Conferência – Desafio do leitor: ler em múltiplos ecrãs - Manuela Pargana Silva, Coordenadora Nacional da Rede de Bibliotecas Escolares
Moderação: António Pires, Coordenador Interconcelhio

A Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares começou por destacar três momentos no percurso do leitor: da oralidade à escrita, a era de Gutenberg e a era da informática.
Realçou os desafios da biblioteca escolar e o papel do professor bibliotecário no séc. XXI.
No final da sua intervenção, deixou algumas questões para reflexão das quais se destaca esta: como iremos gerir a nossa herança cultural?


sábado, 13 de dezembro de 2014

As instituições ao serviço da promoção da leitura


           Painel – As instituições ao serviço da promoção da leitura
Helena Veloso, Livraria Centésima Página
Pedro Seromenho, O livro – objeto mágico – Editor da Paleta de Letras
Jones Maciel, Provocador de leitura – Diretor do Agrupamento de Escolas de Gondifelos
Mónica Oliveira, A ilustração atual em contexto educativo - Escola Superior de Educação de Paula Frassineti

Moderação: Rosa Dias, Agrupamento de Escolas de Gondifelos

Helena Veloso, com grande vivacidade, procurou transmitir a influência que a livraria pode ter na escolha/seleção de um livro e procurar, inclusive, indicar o livro certo para um determinado leitor. Contou-nos histórias reais vividas na sua livraria.

Mónica Oliveira apresentou o resultado de um estudo que procurou mostrar a importância da ilustração para o leitor, foram apresentados dados que nos podem ajudar a traçar caminhos, formas de promover a leitura através da ilustração.

Jones Maciel partiu de sugestões, recolhidas no dia anterior entre os participantes, e apresentou o diretor como mais um elemento que contribui para a dinâmica da biblioteca escolar e para o desenvolvimento da literacia da leitura e da escrita. Provou que o diretor pode ser um provocador mas também um influenciador no processo de promoção da leitura.


Pedro Seromenho defendeu o poder da ilustração na promoção da leitura. Falou de livros que o marcaram e que são exemplos de ilustração e falou das suas duas últimas criações. Finalmente, contou-nos o seu último  conto.

VII Encontro em imagens

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Boas práticas nas Bibliotecas de Famalicão


           Painel – Boas práticas das bibliotecas de Vila Nova de Famalicão
Maria José Pereira, Cada Palavra um poema. Projeto TEL Teachers Exercising Leadership – Agrupamento de Escolas D. Maria II
Filomena Mamede, Portugal Quinhentista – Ler+ Mar – Agrupamento de Escolas D. Maria II

Moderação: Aurélia Azevedo, Agrupamento de Escolas de Ribeirão

Cada Palavra um poema. Projeto TEL Teachers Exercising Leadership 


Navegar com ciência no Portugal Quinhentista

 

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Relatório VII Encontro

Como proceder para elaborar e enviar o Relatório do VII Encontro: 

1 - Clicar em: Relatório 

2 - Fazer a transferência do relatório, clicando em Download; 

3 - Preenchê-lo e enviá-lo para o mail: cf@esccb.pt; 

4 - Prazo limite de envio 14 de janeiro de 2015; 

5 - Caso não consiga fazer a transferência do relatório, pode pedi-lo para o seguinte e-mail: bibliotecasdefamalicão@gmail.co

sábado, 6 de dezembro de 2014

Olhar o livro com o corpo


Workshop: Laboratório Teatral: Olhar o livro com o corpo
Ana Azevedo, atriz e formadora. 

Olhar o livro com o corpo é uma oficina teatral para educadores que consiste em fornecer ferramentas e explorar técnicas teatrais para que uma leitura em voz alta seja um sucesso. As palavras ganham vida e a história salta do livro através da expressão do contador de histórias.

Vamos fazer uma biblioteca digital

Workshop: Vamos fazer uma biblioteca digital…
António Pires, Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado.

Partindo de bibliotecas digitais disponíveis online, procuraremos mostrar a importância/necessidade de cada biblioteca escolar criar a sua biblioteca digital. Em seguida, trilharemos o percurso da criação de uma biblioteca digital tendo como base de trabalho a plataforma iLEIO (sistema que permite a criação de bibliotecas digitais com acesso permanente online (http://www.ileio.pt).

Escrita Criativa: Loucura!


Workshop: Escrita Criativa: Loucura! - Pedro Chagas Freitas
Loucura! A escrita criativa, a produção literária, a publicação de livros e todo o tipo de palermices, em geral, estarão em cima da mesa – e no meio do quadro. Há quem diga que é uma ação de formação. Mas não se deixem enganar. *Quem tiver o insólito desejo de adquirir uma obra autografada pelo autor também pode aparecer que não será maltratado.
1-   Aprende a voar:
- A narratividade
- Os exercícios de voz.
2-   A publicação – editoras vs publicadoras
O QUE VOU GANHAR?
- Desenvolvimento de competências comunicativas;
- Estímulo da criatividade e da autonomia;
- Desenvolvimento de mecanismos de criação narrativa;
- Conhecimento do mundo editorial.
COMO?
Sem secas. De sorriso nos lábios. Com toda a naturalidade.


Ler em voz alta



Workshop: Ler em voz alta está na moda. Multiplicam-se as oficinas, os clubes e as comunidades de leitura em voz alta. Seguindo a mesma tendência, emergem os concursos de leitura em voz alta. A título de exemplo, a Gulbenkian desafia jovens para o efeito, num formato análogo aos concursos de talentos. Tendo em consideração que a leitura em voz alta envolve uma exposição do leitor, este workshop focar-se-á no trabalho sobre a voz, o corpo, o movimento e o texto.

Projeto de desenvolvimento da leitura na escola com e-readers


Workshop: Projeto de desenvolvimento da leitura na escola com e-readers
Paulo Faria, Agrupamento de Escolas de Vila Cova e Clara Neiva, Agrupamento de Escolas de Fragoso, Barcelos.

A leitura em suportes digitais móveis oferece um grande potencial, abrindo novas possibilidades de exploração em contexto educativo. Ao mesmo tempo, exige, da parte dos profissionais ligados à educação, conhecimentos técnicos e competências pedagógicas que permitam novas dinâmicas nas planificações e operacionalização das diversas atividades. Decorrente dos projetos iniciados no concelho de Barcelos, relativamente à utilização de e-readers em contexto escolar, neste workshop propomos aos docentes e todos aqueles que se interessam pela leitura: Refletir acerca multiplicação de ecrãs e o mobile learning, uma problemática e um grande desafio para os professores com vantagens e limitações; Conhecer e explorar as caraterísticas técnicas dos e-Readers, nomeadamente do modelo Kobo; Transformar textos num e-book em formato ePub; Explorar novas possibilidades de leitura e análise textual a partir dos textos em suporte digital.

O livro e a imagem: construção de um livro álbum


Workshop: O livro e a imagem: construção de um livro álbum
Maria João Silva, Escola Superior de Educação de Paula Frassineti.

Diz-se que as histórias são para ser contadas e ouvidas. Mas a ilustração, cada vez mais, anda a par com o texto e quer ganhar o seu lugar de direito nos livros dirigidos ao público infantil. Com este workshop pretendemos mostrar que as imagens também contam histórias através da construção de um livro álbum recorrendo a várias técnicas de ilustração.

sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

A ilustração: uma forma de promoção da leitura


O painel "A ilustração: uma forma de promoção da leitura", moderado por Carla Araújo, contou com a participação da Maria João Silva que apresentou "Ler com olhos de ver: a ilustração e o livro infantil", de André Letria que nos falou de "Escolas com livros: o Serviço Educativo da Pato Lógico" e de Hugo Dias que mostrou "Exemplos práticos da promoção da leitura e da escrita criativa através da ilustração".
Ler com olhos de ver Escolas com livros Exemplos práticos da promoção da leitura

A tua segurança online - Tito de Morais

Tito de Morais, fundador do projeto MiudosSegurosNa.Net,  transmitiu-nos  os “12 aspetos a considerar na tua vida online”. Começou por afirmar que as redes sociais não trazem nenhum risco novo. Mostrou, em seguida, as dez grandes diferenças entre as redes sociais tradicionais e as virtuais, diferenças que devem ser consideradas na vida online, visto que podem ter impactos positivos ou negativos na vida real: pesquisabilidade,  replicabilidade, persistência, descontextualização, escalabilidade, audiências invisíveis, contextos colapsados, privado vs público, comunicação mediada, efeito desinibidor, realidade parcelar e impulsividade. Os doze aspetos foram ilustrados através de histórias e/ou vídeos. Depois, foi a vez dos participantes colocarem as suas angústias, partilharem histórias que se vão vivendo nas nossas escolas e nas nossas vidas. Foi um verdadeiro momento de aprendizagem. 

  1. Pesquisabilidade:
       - Google Alerts: http://www.google.pt/alerts
       - Sobre os alertas do Google:
https://support.google.com/alerts/?page=faq.html&hl=pt-BR
       - Ver também:
         - "Seis links para perceber o que a Google sabe sobre si"
           http://observador.pt/2014/11/19/seis-links-para-perceber-o-que-google-sabe-sobre-si/
         - "Facebook finalmente libera busca por posts antigos na rede social"
           http://idgnow.com.br/internet/2014/12/08/facebook-finalmente-libera-busca-por-posts-antigos-na-rede-social/

    2/3.  Replicabilidade & Persistência:
          - Vídeo: Bulletin Board

    4. Descontextualização:
       - Vídeo: http://youtu.be/lIo88U-Xy_Y
       - Ver também:
         - "Evite que as fotos do Facebook sejam usadas em sites porno"
           http://www.cmjornal.xl.pt/multimedia/fotogalerias/detalhe/evite_que_as_fotos_do_facebook_sejam_usadas_em_sites_porno.html

    5. Escalabilidade:
       - Vídeo: http://youtu.be/5nTAn6E_flE?t=2s
       Nota: pode também fazer com os formandos uma experiência como esta:
        - https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10151583722947706
          (Resulta bem, sobretudo com os mais novos e para resultar
melhor, deverá ter os comentários abertos.)
        - Outro exemplo do que pode acontecer:
http://www.buzzfeed.com/ryanhatesthis/a-fifth-grade-teacher-wanted-to-show-her-students-what-happe
        - "O Bom o Mau e o Péssimo" é também um artigo interessante para os alunos:
          http://www.telemoveis.com/social-media/o-bom-o-mau-e-o-pessimo.html
          Esta frase, diz tudo: "O teu maior 'FAIL' pessoal pode ser o teu maior sucesso nas Redes Sociais e o teu maior sucesso pessoal pode ser o maior 'FAIL' nas Redes Sociais."

    6. Audiências invisíveis:
       - Vídeo: Everyone Knows Your Name

    7. Contextos colapsados:
       - Vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=-m2KNN1zq9c

    8. Erosão entre os que é público e privado:
       - Vídeo: Choose What Happens Next
         (Nota: este vídeo é interactivo. Em função da opção que os
alunos escolherem - sim ou não - o vídeo seguinte é diferente e é dada
  nova escolha. Serve também para ilustrar a importância de fazermos
boas escolhas.)

    9. Comunicação mediada:
       (Nota: envio-lhe a imagens em anexo)

    10. Efeito Desinibidor:
        - Vídeo: http://youtu.be/bdQBurXQOeQ
        - Vídeo: http://youtu.be/pmD8OKl8vVM
        - Vídeo: http://youtu.be/nGt9jAkWie4

    11. Realidade Parcelar:
        - Vídeo: http://youtu.be/4NftYfwT5hM
        - Vídeo: http://youtu.be/uNdapXryZ98

    12. Impulsividade:
        Ainda não disponho de um vídeo. Se quiser desafiar os alunos a encontrar um vídeo que sirva para ilustrar esta característica, era excelente! :)

   Inspiração:
       - http://neverseconds.blogspot.pt/
       - http://www.miudossegurosna.net/artigos/2012-09-21.html

   Destruição:
       - Documentário francês (legendado): http://youtu.be/SPJ61h66boE
       - Vídeo: http://youtu.be/dPyv9WlO83A

Continuação de um bom trabalho!

Os professores bibliotecários presentes no vosso evento podem ser desafiar os alunos a fazerem cartazes, folhetos, vídeos, etc. sobre cada um destes aspectos. Teria o maior prazer em partilhar os resultados. Em 2015, no dia 28 de Janeiro assinala-se o Dia da Protecção de Dados e no dia 10 de Fevereiro, o Dia Por Uma Internet Mais Segura, que poderão servir de pretexto para uma exposição com os materiais que os alunos desenvolverem. A SIC Esperança e a Rede de Bibliotecas Escolares também têm a decorrer esta
iniciativa: http://www.rbe.min-edu.pt/np4/1378.html E há uma série de entidades envolvidas nesta iniciativa que também inclui a questão das redes sociais: http://www.rbe.min-edu.pt/np4/1407.html

2º Momento Cultural

O segundo momento cultural foi protagonizado pelo Núcleo de Teatro da Didáxis de Riba de Ave com a dramatização "Pequena história de Famalicão.

A Biblioteca Escolar e os novos ecrãs

O painel "A Biblioteca Escolar e os novos ecrãs", moderado pela professora bibliotecária Maria José Pereira, contou com a participação de Regina Campos, com a utilização dos tablets na sua escola; António Pires partilhou a utilização dos IPAD e Paulo Faria  mostrou as vantagens na utilização dos e-readers na promoção da leitura.
Apresentação - Todos @ a ler Apresentação - Ciência em Linha Apresentação - E-leituras

A professora Fani deixou o seu testemunho

A professora Fani fez questão de participar neste Encontro deixando o seu testemunho de uma adepta do livro e da leitura. Lembramos que a Fani esteve na origem da criação deste Grupo de Trabalho através do seu envolvimento na dinamização das bibliotecas escolares.