sexta-feira, 19 de maio de 2017

Moita Flores na Escola D. Maria II

O escritor Francisco Moita Flores desloca-se à Escola Básica D. Maria II, no dia 25 de maio, para falar da sua obra e conversar com os utilizadores da biblioteca escolar sobre a sua obra e a importância da leitura.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Alunos da Benjamim vencem no concurso "Uma Aventura Literária... 2017"

A Tempestade

A tempestade forte e inesperada
que vem arrombar a porta da minha casa
entra com fúria,
mas não sai com facilidade.

Às vezes faz inundações,
outras faz explosões
e faz as coisas voar
como gaivotas no ar.

Foi com este poema que os alunos José Gonçalves e Simão Azevedo do Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado venceram o 3º prémio do concurso "Uma Aventura... Literária 2017", na categoria de Texto Original - 3º Ciclo.

Alunos de Ribeirão brilham em "Uma Aventura Literária"

Três alunos do 8ºB participaram no concurso com um trabalho coletivo de texto original e conquistaram o primeiro lugar.


domingo, 14 de maio de 2017

Pensamento do mês


Padlet

Na reunião mensal do Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Famalicão trabalhou-se a ferramenta Padlet - é uma aplicação da Internet que permite criar projetos e desenvolver atividades colaborativas.


Tutorial I


Tutorial padlet from

Tutorial II

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Exposição "Objetos do Mundo"

O grupo de História, no âmbito da Semana das Humanidades, realizou uma grande exposição, na biblioteca, subordinada ao tema "Objetos do Mundo". Pretendeu-se dar a conhecer o Mundo para lá do nosso mundo (o português), o mundo não tangível a muitos, proporcionando novos olhares num espaço aberto pelos portugueses no longínquo século XV. Cada objeto representa a história de um povo, de uma cultura, de uma nação, com a qual nos cruzamos no passado e que no presente queremos evocar. Evocar as nossas tradições e a dos outros, pois foram os portugueses que deram a conhecer ao mundo novo Mundo, novos povos, nova fauna, nova flora, novas culturas... Os portugueses foram os primeiros grandes promotores da INTERCULTURALIDADE.


quarta-feira, 10 de maio de 2017

Autorretratos

Reportagem fotográfica ao cuidado do nosso colega Acácio Sanches, sobre os trabalhos presentes na Biblioteca D. Maria II 😉 Obrigada!

 

terça-feira, 21 de março de 2017

O Famalicão a ler em artigo de opinião

Opinião – Francisco Cantanhede – Famalicão a ler

Vamos por partes. Após algumas reportagens em canais televisivos sobre «corrupção nas escolas», um semanário noticiou que o Ministério da Educação vai proibir a oferta de manuais escolares aos professores dentro do recinto escolar. Em primeiro lugar, é de lamentar que se generalize que as editoras corrompem os professores, pois, admitindo que em cada cem docentes há um que se deixa corromper, noventas e nove recusam cometer tal ato; por outro lado, oferecer um manual a um professor, principal instrumento de trabalho na sala de aula, é considerado corrupção? Oferecer uma caneta a um jornalista, será um ato de corrupção? Se assim é, aguarde-se reportagem televisiva sobre assalto à escola, assalto ao jornal…. Eu pecador me confesso, pois já ofereci manuais, romances históricos a amigos, convicto que oferecer um livro é a melhor oferta. Haja bom senso e bom gosto! Claro que o Ministério da Educação teria de tomar alguma medida, perante o chinfrim feito na comunicação social, contudo, imagine-se que se decretava a proibição de os banqueiros oferecerem dinheiro a políticos dentro dos seus gabinetes; que se decretava a proibição de autarcas entrarem nos escritórios de construtores civis… Estas medidas acabariam com a corrupção? Obviamente que não. Se, por exemplo, uma editora pagou viagens a professores, então, pode falar-se de corrupção, logo há instituições para investigarem tais atos, nomeadamente a polícia judiciária. Provado ato ilícito, que a justiça tenha mão pesada, quer para com o corruptor quer para com o corrompido, mas se a árvore estiver doente, não se abata a floresta. Recorde-se, alerte-se que sempre que a comunicação social contribuir para denegrir a imagem do professor, está também a ser responsável para o aumento da indisciplina na sala de aula, principal problema que atualmente afeta as escolas portuguesas. É a ausência de ética e de moral que abre a porta à corrupção; logo esta combate-se através de um modelo educativo que promova uma educação humanista, a educação para a cidadania, a interiorização de valores universais, caminho defendido pela atual equipa dirigida por Brandão Rodrigues. Deseja-se que esse caminho se comece a construir o mais rapidamente possível. Quanto à comunicação social, sugere-se que contribua para que todo o Portugal siga o exemplo de Famalicão.

Retirado daqui 

Dia Mundial da Poesia



quarta-feira, 8 de março de 2017

Leituras em Família



Vídeo Partilhar Leituras em Família (OLE Famílias) A partir do mote Partilhar Leituras em Família, mães e filhas (alunas do 1.º ciclo ao secundário) da OLE Famílias testemunham a experiência afetivamente positiva de ler em família, num encontro primacialmente obrigatório de gerações, desde a tenra infância. Esta atividade insere-se no âmbito da Semana da Leitura do AEPBS 2017. O texto e a direção de atores é da responsabilidade da professora coordenadora da OLE - Oficina de Leituras Encenadas, Helena Guimarães, sendo que a realização e a edição do vídeo é da lavra da professora de Informática, Ilda Viana, que também integra a equipa deste projeto de teatro escolar do AEPBS.

terça-feira, 7 de março de 2017

Ecos na imprensa da 8ª Semana da Leitura

Valdemar Cruz, Expresso Curto - 9/3/2017
Correio do Minho, 07/03/2017
Cidade Hoje - 9/3/2017

Fama TV

RTP Notíciais

BEIRA News

Porto Canal





Sessão de lançamento da 8ª Semana da Leitura


A sessão de lançamento da 8ª Semana da Leitura decorreu, ontem, na biblioteca municipal Camilo Castelo Branco e contou com a presença do vereador da educação, Leonel Rocha, do coordenador interconcelhio, António Pires, do escritor João Pedro Mésseder, padrinho desta iniciativa, da equipa da biblioteca municipal, dos diretores das escolas, dos professores bibliotecários e dos alunos dos Agrupamentos de Escolas Padre Benjamim Salgado e Ribeirão.

A sessão iniciou-se com uma dramatização/declamação de três poemas de João Pedro Mésseder, este momento foi da responsabilidade da biblioteca municipal.

O vereador da educação considerou que a biblioteca escolar funciona como o coração de uma instituição e que é um meio para aprender mais. Lembrou que a Semana da Leitura serve para encontrar energias para a nossa aprendizagem, que as escolas devem fomentar o gosto pela leitura. Terminou dizendo que o prazer de ler aprende-se lendo.

O coordenador interconcelhio enalteceu o empenho e dedicação a todos aqueles que estão envolvidos nas diferentes atividades a desenvolver ao longo da semana da leitura. Lembrou que o grande propósito das bibliotecas é fazer leitores, leitores competentes e capazes de ler o mundo, que ler regularmente ajuda-nos no autoconhecimento e no autodesenvolvimento e que ler ficção é relaxante e uma arma poderosíssima para combater o stress diário. Deixou um desejo: durante esta semana e ao longo da vida sintamos todos o prazer de ler.

João Pedro Mésseder, nome literário de José António Gomes, afirmou que um homem é feito de livros, o homem que os leu e os guarda em si e o homem que não os leu e que ignora que a sua vida é condicionada pelos livros. Falou dos livros que o tornaram sensível à leitura e destacou, entre outros, "A Menina do Mar" onde aprendeu que as palavras são elas próprias coisas. Destacou a importância dos livros juvenis na formação da pessoa.

sábado, 4 de março de 2017

8º Semana da Leitura em Famalicão

Decorre de 6 a 11 de março a 8º Semana da Leitura, organizada pela Biblioteca Municipal e pelo Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Famalicão. 

A semana começa com a sessão de lançamento da 8º Semana da Leitura, 15H00 na biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco e conta com a presença da câmara municipal, da biblioteca municipal, do grupo de trabalho das bibliotecas de Famalicão, dos diretores dos agrupamentos, dos professores, dos alunos e do escritor e padrinho desta iniciativa João Pedro Mésseder.

A semana será rica na diversidade de atividades a decorrer em todas as bibliotecas do concelho: encontro com escritores, ilustradores, fóruns de leitura, momentos de leitura, partilha de leituras, etc. 

O Prazer de Ler é o mote para esta semana, deixamos um desejo: que todos sintam o prazer de ler ao longo da semana.

Escritores online

Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco

E-Cultura

Municípios e freguesias



segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Stupeflix

Na reunião mensal do Grupo de Trabalho de Bibliotecas de Famalicão, que decorreu no dia 23 de janeiro de 2017, trabalhamos a ferramenta Stupeflix que permite criar slideshow com música.

Parte 1

  

Parte 2

  

Retirar filmes do SAPO

Na reunião mensal do Grupo do Trabalho de Bibliotecas de Famalicão, que decorreu no dia 21 de novembro de 2016, tratamos de como podemos retirar um filme do SAPO.

Armazenamento na nuvem

Na reunião mensal do Grupo de Trabalho de Bibliotecas de Famalicão, que decorreu no dia 17 de outubro de 2016, tratamos do armazenamento na nuvem.

Jing

Na reunião mensal do Grupo de Trabalho das Bibliotecas de Famalicão, que decorreu no dia 19 de setembro, foi apresentado a aplicação Jing que permite capturar imagens e vídeos e partilhá-las na web.

 

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Pingos de ciência - boa prática




  Boa prática apresentada pela professora bibliotecária Rosa Gomes na reunião do Grupo de Trabalho de Bibliotecas de Famalicão no dia 23/01/2017.